sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

O que é uma Constraints?

Olá! vamos falar hoje sobre "O que é uma Constraints?"
Bom é um assunto bem interessante, as CONSTRAINTS, que nada mais são restrições que você estabelece para uma coluna no banco de dados, que nada mais é de um método para validar a integridade de todos os dados que entram em sua base.

Bom antes de você começar a ler este tópico recomendo você ler antes sobre a Integridade no Banco de Dados então depois de ler... volte aqui haha.

Constraints bom podemos ter os seguintes tipos:

  • Primary Key (PK) = Está restrição cria um índice único para um conjunto de colunas ou uma coluna para Chave Primaria.
  • Unique = Está Contraint determina que uma coluna não poderá ter 2 linhas com o mesmo valor.
  • Foreign Key (FK ou Chave Estrangeira) = Determina uma coluna ou um conjunto de colunas que possuem valores em outras tabelas, referente a uma referência ou um relacionamento.
  • Check = Especifica a condição que a coluna precisa para salvar o registro.
  • Not Null = Determina que a coluna tem preenchimento obrigatório.

Bom agora deu para você entender melhor sobre o que estamos falando né haha, as opções de restrições (Constraints), temos que aplicar isso na prática, e para isso vou utilizar um exemplo bem simples. Vamos imaginar que você tem que criar uma tabela para receber informações de consultas de empregados na sua empresa, onde no formulario de cadastro existe os campos Código, Nome, Departamento, Sexo, Idade e E-mail. Então nosso código deverá ter os seguintes campos todas com suas restrições para inclusão.

SQL 1º CREATE TABLE EMPREGADOS (
2
º COD NUMBER(6) NOT NULL CONSTRAINT CODEMP_PK PRIMARY KEY,
3
º NOME VARCHAR2(20) NOT NULL,
4
º DEPARTAMENTO VARCHAR2(40) NOT NULL CONSTRAINT DEPTO_FK REFERENCES DEPTO
5
º INITIALLY DEFERRED, 
6
º SEXO CHAR(1) NOT NULL CONSTRAINT CHECK_SEXO CHECK (SEXO IN ('F','M')),
7
º IDADE NUMBER(2) CONSTRAINT CHECK_IDADE CHECK (IDADE > 18),
8
º EMAIL VARCHAR2(40) NOT NULL UNIQUE
9
º )
10
º TABLESPACE USERS;

Agora vamos analisar o código linha por linha afim de entendermos o que está acontecendo.

1º Linha: Está sendo criada a tabela chamada
EMPREGADOS

2º Linha: Vamos criar uma coluna COD onde tem preenchimento obrigatório e está relacionada com outra tabela chamada CODEMP (Código Empregado) como chave primaria.

3º Linha: Criamos uma coluna NOME que o preenchimento é obrigatório.

4º Linha: Criamos uma coluna DEPARTAMENTO onde o preenchimento é obrigatório e como chave estrangeira para a tabela DEPTO e a cláusula DEFERRED significa que a transição poderá ser adiada até o fim da execução do serviço do banco.

6º Linha: Criação da coluna SEXO onde tem preenchimento obrigatório e só será aceito os caracteres F (Feminino) e M (Masculino).

7º Linha: Criamos uma coluna IDADE onde a idade do empregado da empresa tem que ser superior a 18 anos.

8º Linha: Criação da coluna EMAIL onde o preenchimento é obrigatório e não permite que os valores da coluna seja repetido.

10º Linha: Estamos determinando a área de reserva para aquela tabela.

PRONTO! é isso agora você já deve saber utilizar as restrições para suas tabelas e deixar elas mais utilizáveis no sistema.

Até a próxima.

9 comentários:

 Copyright © 2008-2010 All Right Reserved - Todos os Direitos Reservados Elder Stroparo